sábado, 7 de novembro de 2015

Tag: Não Provoque

Acabei deixando o blog de lado, mas não o esqueci. Sinto muita falta de cuidar dele, ainda não me sinto motivada para continuar como era, mas aos poucos, quem sabe melhoro? Ultimamente estou com vontade de escrever coisas mais pessoais, para desabafar e me distrair um pouco.

Dessa vez resolvi responder uma tag criada pela Paula do blog  Não Provoque, são 8 perguntas.


1. Você é calmo ou estressado?
Sou calma, faço de tudo para evitar brigas.

2. O que te tira do sério?
Quem me deixa confusa, quando preciso ficar adivinhando o motivo da mudança de comportamento, da indiferença e frieza repentina, distanciamento, cara fechada, poucas palavras... As pessoas deveriam saber: eu não leio pensamentos!

3. O que sua família faz que te deixa irritado?
Não ter a mínima consideração por tudo que faço.

4. Por qual motivo você e seu namorado mais brigam?
Não tenho e portanto não brigamos.

5. Já brigou com seus amigos?
Sim, o item número 2 contribui bastante para isso.

6. O que mais te incomoda na internet?
As pessoas falarem tudo o que pessoalmente não falariam.

7. Já brigou/bateu em alguém?
Na infância devo ter feito isso...

8. Qual foi sua última briga/discussão? E por qual motivo?
Prefiro esquecer esse tipo de memória.

Comentários
6 Comentários

6 comentários:

Sah disse...

Ei Anne ^^
Senti falta dos seus posts!
Sempre que visitava seu blog via o "Carta aberta, direito à resposta" no topo, mas sabia que você ainda estava na ativa pelos Tweets. Espero que a vida seja mais gentil com você... =/

Minhas respostas pra essa tag seriam praticamente as mesmas que as suas, lol.

É meio amargo (até no paladar mesmo o.o) quando as pessoas não têm a mínima consideração pelo que fazemos por elas, machuca na verdade... Acho que às vezes percebem nosso esforço, mas tão submersas em seus próprios problemas e preocupações entram num estado de panguamento mental do tipo "penso nisso depois" ou "é o mínimo que você deveria estar fazendo". Ou simplesmente são gratas internamente mas não manifestam..
Mas, pelo menos por aqui, e quanto à mim também, nos reapercebemos da importância do ser grato vez ou outra (seria bom trabalhar nisso para ser constante.. xD)

Também costumo evitar brigas.. Aquela atmosfera de hostilidade e alteração nas vozes me faz até tremer, tipo de bambear as pernas lol Evito ao máximo... Tento redirecionar sempre pra um diálogo normal, mas não dá pra cobrar das pessoas as mesmas percepções que nós temos.. Pelo menos não de imediato, tem ideias - como a importância da harmonia - que precisam ser relembradas/ trabalhadas às vezes. Algo que precisamos nos voltar à nós mesmos e ponderar..

Acho que ficou meio grande o comentário.. XD

Até! =)

Anne disse...

Sah, muito obrigada pelo seu comentário, eu fiquei muito feliz quando li. Deixei o blog parado por tanto tempo e mesmo assim você continuou visitando.

Você tem toda razão quanto ao sentimento de ingratidão, está mais para machucar mesmo e não irritação. Acabei colocando isso como resposta porque é algo que me incomoda demais e contribui bastante para a minha depressão.

Eu ainda estou mal e por isso o blog anda tão descuidado, mas às vezes preciso postar o que estou sentindo para desabafar e quando leio comentários de pessoas tão queridas como você me sinto abraçada.

Obrigada de coração

Juliana Calio disse...

Anne, você voltou *-*
Espero que o blog ajude de alguma forma, porque às vezes ajuda escrever pra colocar as coisas pra fora né?
Mesmo que seja aos poucos a sua volta, continuarei aqui acompanhando e apoiando no que eu puder ^^

Eu acho que sou uma pessoa calma também e quando eu brigo com alguém fico me sentindo muito mal e logo quero "ficar de bem" da pessoa de novo.

Fiquei muito feliz mesmo de ver que você voltou <3

Anne disse...

Oi Ju, muito obrigada! Eu não gostaria de ficar só postando textos tristes, mas eu só sinto vontade de escrever nesses momentos e como é a minha única forma de desabafar, se eu não fizer isso enlouqueço... Logo, preciso escrever e ultimamente é só isso que me faz postar...

Juliana Calio disse...

Acho que de certa forma é "bom" escrever esses textos tristes. Claro que seria melhor se você não estivesse triste e não precisasse escrevê-los, mas pelo menos assim você vai tirando esse sentimentos não tão bons de dentro de você e te deixando mais leve, até que eles passem ou pelo menos diminuam bastante ^^

Anne disse...

Obrigada por todas as mensagens Ju. Espero que 2016 seja realmente um novo ano e tudo melhore.

Postar um comentário

* Informações sobre produtos: clique na imagem ou leia o post *

Para todos os outros comentários: muito obrigada!

Related Posts with Thumbnails