domingo, 8 de março de 2015

Carta aberta, direito de resposta


Gostaria de ser igual a você, simplesmente não me importar. Conseguir dizer 'não quero te magoar' ao mesmo tempo de estar fazendo isso e da pior maneira possível.

Gostaria de ser igual a você, após ter aparado as arestas aparentar tudo indo bem e resolvido, como adultos fazem através de diálogo, mas surpreender a pessoa -negativamente- do nada. Pegar ela desprevenida com um único golpe.

Gostaria de ser igual a você, não considerar o outro em sua totalidade. Tanto sentimento quanto o relacionamento. Se não quer mais contato é tão simples né? Basta mandar um sms e bloquear no Facebook. Pronto, tá resolvido.

Gostaria de ser igual a você, ter a consciência limpa e tranquila mesmo depois de ter esses comportamentos. Tudo poderia ter sido resolvido conversando e não fugindo. Poderia ter conquistado o seu objetivo sem me magoar.

Gostaria de ser igual a você, conseguir seguir em frente como se nada tivesse acontecido. Não sobrou nem amizade.

Gostaria de ser igual a você, quando não fosse mais conveniente descartar as pessoas.

Gostaria de ser igual a você porque ser igual a mim não compensa. Eu faço valer as minhas palavras, considero e tenho respeito pelos outros e seus sentimentos. Resolvo tudo no diálogo. E sendo boa com os outros só ganho decepções.

Não sei se é muito ingenuidade minha, mas ainda acredito na sua pessoa, tenho esperança do seu arrependimento, de não sustentar a intenção de me machucar, da nossa amizade e da minha própria pessoa ter algum valor, de reatar o laço. De conseguir conversar, esquecer tudo e sermos mais fortes e superiores. Uma  semana se passou e eu ainda estou muito triste, machucada e magoada.

Tudo isso porque eu não sou igual a você.

Comentários
5 Comentários

5 comentários:

Ana Valeska disse...

Ainda bem que você é você, que se importa, que tem coração. A gente sofre, mas a gente sente. E ter sentimentos é ser humano. Espero que consiga passar por isso, que essa magoa que dissipe. Tudo dói, mas tudo passa.
Ah, cê já fez a tag Liebster Award? Tenho que indicar e não consigo achar ngm que não tenha feito D:

Ana Valeska disse...

Te marquei lá! http://oteoremafeminino.blogspot.com.br/2015/03/tag-liebster-award.html

Andrizy Bento disse...

Olha... poucas vezes na vida eu me identifiquei totalmente (totalmente mesmo) com um texto como agora. Me vi em cada parágrafo, cada palavra. Espero que esses sentimentos já tenham te abandonado e você esteja melhor. Lindo seu blog ;)

http://sonhos-empoeirados.blogspot.com.br/

Anne disse...

Andrizy, fiquei muito feliz com seu comentário. Apesar de triste é legal quando alguém se identifica com o texto <3

Juliana Calio disse...

Anne, volta pra cá :(

Postar um comentário

* Informações sobre produtos: clique na imagem ou leia o post *

Para todos os outros comentários: muito obrigada!

Related Posts with Thumbnails